sábado, 2 de julho de 2011

... e vão ao inferno 
à procura de luz


Quando o João Gilberto e a bossa nova estouraram nas rádios, o Lupicínio falou, indignado:

- Há trinta anos que me enchem o saco por cantar desse jeito...

Mais abaixo, duas músicas do Lupi: "Esses Moços", pelo próprio, e "Um Favor, pela Eduarda Fadini.

Normalmente tenho os dois pés atrás com essas novas cantoras "samba raiz"...  Acho que gravar uma música que já foi cantada pela Elizeth Cardoso, Clara Nunes ou Elis Regina é uma coisa tão supérflua quanto humilhante. E ainda têm as  tais das "releituras"... Como diz meu amigo Joãozinho - um cara do tempo em que o pior que podia acontecer a um bêbado era pegar uma doença tratável com antibióticos, bater num PM ou esperar o madrugadão - prefiro uma gonorréia. 

Só pra sentir o tamanho do drama: o vídeo de "Um Favor" é parte daquele programa da Globo, "Som Brasil", em que novos talentos interpretam algum compositor da MPB. Além dessa moça (um verdadeiro oásis), os outros "novos talentos" que cantaram as músicas do Lupicínio Rodrigues foram o Alexandre Pires, o Paulo Moska e o Thedy Corrêa... 

(Uma pausa pro leitor parar de gritar e bater a cabeça na parede).

Uma alternativa: talvez esteja sendo injusto com os idealizadores do programa. A coisa toda pode não ter passado de um sofisticado exercício de hipérbole: já que as letras do Lupicínio falam tanto em sofrimento, os produtores podem ter convocado o trio ternura Pires-Moska-Thedy pro espectador sentir na pele - e de maneira sadicamente profunda - que viver não passa mesmo de um intermitente e fortuito reencontro com a desgraça. 

Se foi isto, o programa então foi genial.




2 comentários:

Lalo Arias disse...

Que ninguém nos ouça, Nilo, mas a Eduarda, com essa boca que ela tem, só podia mesmo cartar bem.
Grande abraço.

Nilo Oliveira disse...

Boa ela, né? Abraço.